10 projetos de paisagistas que são a cara do Brasil para você conhecer

O paisagismo é uma verdadeira obra-prima da arquitetura. Confira lindos projetos de paisagistas brasileiros que fizeram e ainda fazem história!

Por Yeska Coelho Atualizado em 22 out 2021, 11h43 - Publicado em 24 out 2021, 10h00
burle marx sitio roberto burle marx paisagismo noticia reabertura vegetação rio de janeiro
Leo Martins/Agência O Globo/CASACOR

O paisagismo brasileiro é uma verdadeira obra de arte, afinal, o país conta com uma vasta gama de espécies únicas e surpreendentes, além de um clima tropical que consegue preservar e garantir que as belezas naturais se mantenham cheias de vida por muito tempo. Não à toa, grandes nomes do paisagismo mundial vivem por aqui e tem obras simplesmente memoráveis.

Fizemos a difícil missão de escolher 10 grandes paisagistas brasileiros com projetos de tirar o fôlego. Veja quem são eles e aprecie alguns de seus trabalhos mais memoráveis!

Roberto Burle Marx

 

Roberto Burle Marx
Divulgação/CASACOR

E quem menos do que Roberto Burle Marx para abrir a nossa lista de grandes nomes do paisagismo? Responsável por todo o escopo urbanístico do Sítio Burle Marx, hoje considerado como um patrimônio histórico da Unesco, o artista plástico foi reconhecido mundialmente por seus lindos projetos que uniam arte, arquitetura e paisagismo.

burle marx sitio roberto burle marx paisagismo noticia reabertura vegetação rio de janeiro
Oscar Liberal/Iphan/CASACOR

O sítio Burle Marx, localizado na Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro, foi criado no século XX e conta com uma série de espécies nativas para criar um “jardim aquático”. O espaço serviu como lar do grande paisagista durante anos, e ele compôs o espaço utilizando peças de arte do seu acervo pessoal, o que deixou o local mais intimista e completo. É arte pura!

Roberto Burle Marx foi o paisagista responsável pela criação do conceito de “jardim tropical moderno”, que aliava o uso de espécies nativas com um toque de arquitetura moderna.

Rosa Kliass

 

Rosa Kliass
Divulgação/CASACOR

Rosa Kliass é um dos nomes mais influentes em relação ao paisagismo brasileiro moderno. Além de paisagista, ela também é autora do livro “O Livro da Rosa”, palestrante e fundadora da Abap (Associação Brasileira de Arquitetos e Paisagistas).

Kliass simplesmente revolucionou o paisagismo dentro da arquitetura, e chegou a ser conhecida como a “poeta da paisagem”. Ela já esteve à frente de grandes projetos, especialmente em São Paulo, como a revitalização da Avenida Paulista, o Parque do Anhangabaú e o Parque da Juventude, este último inclusive tendo rendido a ela um prêmio em 2004 pela Bienal de Arquitetura de Quito.

O Parque da Juventude foi de longe um dos maiores desafios que a arquiteta recebeu, afinal, o espaço, hoje convidativo para a união de jovens e também para o descanso, já foi palco de um dos maiores massacres brasileiro, o Complexo Penitenciário do Carandiru.

Parque da Juventude
Parque da Juventude – Rosa Kliass Nelson Kon/CASACOR

Em 1999, sete anos depois do massacre, o Governo do Estado abriu um concurso público para criar o Parque da Juventude no espaço, e Rosa Kliass em parceria com o escritório Aflalo & Gasperini venceu. O trabalho da arquiteta de aliar paisagismo e diferentes espécies por todos os lados, bem como incluir também áreas esportivas, trouxe vida novamente para o local.

Gilberto Elkis

 

Gilberto Elkis
Divulgação/CASACOR

Gilberto Elkis é considerado um dos maiores nomes do paisagismo na atualidade com projetos que há mais de 30 anos vem ganhando o público com seu charme e beleza. Muito inspirado pela Mata Atlântica, o amor pela natureza está presente sempre em cada um dos projetos que já realizou. O paisagista se destaca por ser um grande pesquisador, que está sempre em busca de espécies novas e carismáticas para compor os seus projetos.

Projeto Lago - Gilberto Elkis

Ao longo de todos os seus anos de carreira, Elkis já participou de 12 mostras da CASACOR com projetos incríveis que despertam o desejo de habitar. O projeto Lago, que vemos na imagem acima, foi assinado pelo paisagista e contou com a mistura de plantas, pedras naturais e água para criar um verdadeiro oásis de descanso.

Leia também: Retrospectiva Gilberto Elkis: as participações do paisagista na CASACOR

Luiz Carlos Orsini

 

Luiz Carlos Orsini

Formado em paisagismo pela Escuela de Jardineria y Paisajismo “Castillo de Batres”, em Madrid, Luiz Carlos Orsini já esteve à frente de grandes projetos urbanísticos brasileiros, além de ser autor do livro “Luiz Carlos Orsini – 30 anos de Paisagismo”. O paisagista já participou de algumas mostras da CASACOR: em Minas Gerais, nos anos 1997, 1998, 1999 e 2000; em Brasília em 2006; e em São Paulo, nos anos 2008 e 2009.

Inhotim projeto de Luiz Carlos Orsini em Brumadinho

Um dos projetos mais famosos de Luiz Carlos Orsini foi o paisagismo do Instituto Inhotim, em que ele ficou responsável por reconstruir mais de 260.000 m² em Brumadinho/MG – projeto que ficou debruçado de junho de 2000 até a inauguração em setembro de 2006.

Alex Hanazaki

 

Alex Hanazaki

Alex Hanazaki é outro grande nome que não pode deixar de ser mencionado quando o assunto é paisagismo. O especialista alia em seus projetos sempre um toque contemporâneo, que dita tendências e reflete sua alma cosmopolita. Ao observar os projetos do paisagista, percebemos que mesmo em ambientes mais urbanos, incluir um projeto de paisagismo traz a leveza necessária na medida certa.

Continua após a publicidade

Alex Hanazaki - Praça Eliane - CCSP 2016
Alex Hanazaki – Praça Eliane – CCSP 2016 Divulgação/CASACOR

O paisagista já criou jardins para CASACOR São Paulo que são verdadeiras obras de arte, como é o caso da Praça Eliane, exibida na mostra paulista de 2016, que conta com a aliança de pedras e plantas em uma atmosfera moderna e elegante.

Benedito Abbud

 

Benedito Abbud
Divulgação/CASACOR

O arquiteto e paisagista Benedito Abbud é um verdadeiro mestre da arquitetura, já tendo desenvolvido mais de 5 mil espaços que aliam natureza e sofisticação. O foco de seus projetos é levar qualidade de vida e bem-estar em atmosferas mais cosmopolitas e, por isso, seu histórico de lugares transformados por seu olhar delicado vão desde praças até shopping centers.

Parque Jefferson Péres - Manaus
Divulgação/CASACOR

Benedito Abbud tem projetos assinados no Brasil inteiro, um deles que é simplesmente memorável é o Parque Jefferson Péres, em Manaus, que conta com uma área de 40.752 m², e foi pensado pelo arquiteto nos mínimos detalhes, explorando a forma de aproveitá-lo da melhor maneira possível.

Rodrigo Oliveira

 

Rodrigo Oliveira CASACOR

Direto da engenharia para se tornar um verdadeiro artista, Rodrigo Oliveira é engenheiro agrônomo e se especializou em arborismo. Sempre atento às tendências, o especialista chegou a criar experiência nos Estados Unidos, já que o país começou a pensar paisagismo antes do Brasil, para depois voltar com toda essa bagagem e simplesmente transformar ambientes de maneira livre e ao mesmo tempo estratégica.

Jardim Rodrigo Oliveira CASACOR
Jardim da Casa do Relógio – CASACOR São Paulo 2018 – Rodrigo Oliveira Divulgação/CASACOR

Em 2018, o paisagista marcou presença na CASACOR São Paulo, oferecendo um lindo jardim para quem quer descansar, conviver, ler e se inspirar. Batizado como Jardim da Casa do Relógio, o espaço é o lugar perfeito para se passar a tarde. Destaque para toda a brasilidade refletida no uso de “pau-brasil” como planta protagonista do ambiente.

Isabel Duprat

 

Isabel Dubrat

Há mais de 40 anos, Isabel Duprat vem encantando o Brasil com seus lindos projetos de urbanismo. A arquiteta e paisagista sempre viu nos jardins uma forma de contemplar a natureza e explorá-la para trazer mais liberdade e aconchego, seja num projeto residencial, comercial ou de parques e praças.

Jardim Botânico

A arquiteta foi criada no campo, no interior de São Paulo, e simplesmente se encantou com a natureza e decidiu trazer os encantos da sua terra natal para as grandes metrópoles. Uma de suas obras que vale a pena recordar (ou conhecer) é o Jardim Botânico. Duprat se inspirou em espécies únicas de árvores para compor o espaço e o resultado foi um ambiente ameno que dá gosto de habitar.

Renata Tilli

 

Renata Tilli

Chiques e versáteis: essas com certeza são duas palavras que melhor descrevem os jardins criados por Renata Tilli, que são, na verdade, templos de puro aconchego e descanso. Além disso, a profissional se debruça sobre o conceito de Jardins Sustentáveis na construção, ou seja, com o menor impacto ambiental desde o cultivo das plantas até a forma como são retratadas no ambiente.

casa syshaus arthur casas casacor sao paulo 2018

Prova disso, foi a participação de Tilli na CASACOR São Paulo, em 2018, assinando o projeto urbanístico da SysHaus, projeto que contou com a arquitetura de ninguém menos que Arthur Casas. A construção é uma casa modular que alia aconchego, frescor e aconchego térmico. O exterior recebeu o nome de Jardim Tempo.

Ricardo Cardim

 

Ricardo Cardim
Divulgação/CASACOR

O contato com o paisagismo é algo profundo para o botânico Ricardo Cardim, um paulista que vem trazendo espécies e recursos verdes para a cidade de São Paulo. Ele se formou em botânica pela USP e começou a aprofundar seus estudos no desenvolvimento de projetos que utilizam plantas nativas.

Ricardo Cardim já participou de algumas mostras da CASACOR, sempre com um olhar comunitário e sensível. Exemplo disso foi a participação do botânico na CASACOR São Paulo, apresentando o projeto Lágrimas de Alegria, que convida os visitantes a salvar a Figueira das Lágrimas, uma das espécies nativas mais antigas.

Lágrimas de Alegria - Ricardo Cardim e Atelier Hugo França
Lágrimas de Alegria – Ricardo Cardim e Atelier Hugo França. Divulgação/CASACOR

Sempre com um objetivo social, outro projeto que o profissional se envolveu em alguns projetos de hortas urbanas na cidade e até mesmo em um escopo que tinha o objetivo de reflorestar São Paulo e trazer a Mata Atlântica para a metrópole, tendo sido responsável por ser o pioneiro em criar uma “Floresta de Bolso Pública”.

Continua após a publicidade

Publicidade