Jardins da CASACOR SP 2021 provam que o verde pode estar em qualquer lugar

Os jardins aproveitaram todos os cantinhos da CASACOR SP, resultando em projetos surpreendentes, que garantem a presença do verde em todo lugar

Por Redação Atualizado em 29 out 2021, 15h21 - Publicado em 2 nov 2021, 15h00

Fabiana Ferré - Alameda Jardins, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

Não é de se espantar que o desejo de conviver próximo ao verde tenha se intensificado nos últimos anos – afinal, com a pandemia, o tempo passado do lado de fora tem diminuído significativamente. Daí a importância dos jardins que, cheios de vida, cores e texturas, inspiram um morar mais colorido e saudável.

Na CASACOR São Paulo 2021, os jardins provam que não há lugar onde não caiba um jardim: há projetos que aproveitam a vista do rooftop, outros que foram construídos em uma área de passagem e até um jardim suspenso sobre a escada. Nesta edição, o time de paisagistas deu asas à imaginação para aproveitar todos os cantinhos da mostra, e o resultado são jardins surpreendentes, que garantem a presença do verde em todo e qualquer lugar. Confira!

Jardim de passagem

 

Continua após a publicidade

Fabiana Ferré - Alameda Jardins, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

A começar pelo Alameda Jardins, assinado por Fabiana Ferré, que, como o próprio nome já indica, foi construído em uma área de passagem. O jardim contemplativo dispõe de um estar externo coberto por pergolado que ganha a textura da palhinha. No caminho da sustentabilidade, destacam-se a escolha por materiais recicláveis como o piso da pérgula e os tijolinhos da parede produzidos a partir de lama e resíduos de lâmpadas fluorescentes.

Fabiana Ferré - Alameda Jardins, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Evelyn Muller/CASACOR

“Criamos um espaço que convida as pessoas a contemplarem o simples, a se deixarem ficar num ritmo desacelerado, encontrando a tranquilidade que o contato com a natureza nos proporciona”, descreve Fabiana.

Com vista para a cidade

 

Continua após a publicidade

Catê Poli e João Jadão - Rooftop CASACOR, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

Inspirado nos beach clubs rústicos de Mykonos, Tulum e Trancoso, o Rooftop CASACOR é um espaço de 224 m² que nasce para trazer um clima de férias de verão pós-pandemia. A prioridade aqui foram as espécies de plantas adaptadas ao clima e que não exigem muita água. Vale destacar também o princípio sustentável do ambiente, já que, após o evento, todos os materiais serão reaproveitados integralmente.

Catê Poli e João Jadão - Rooftop CASACOR, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

“Criamos um lugar para o visitante usar, descansar, curtir o céu, admirar a vista e ter um pouco da sensação de esperança de que a pandemia está acabando”, revela a arquiteta paisagista Catê Poli, que assina o ambiente com o paisagista João Jadão.

O jardim da residência

 

Continua após a publicidade

Mônica Costa - Jardim Nômade, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

Também no rooftop da mostra, o Jardim Nômade de Mônica Costa ocupa toda a área externa que circunda a Casa LG ThinQ. A arquiteta paisagista tirou partido do conceito de residência móvel em seu espaço de 340 m² e criou um jardim totalmente desmontável, com vasos e folhagens tropicais, piso drenante e cores neutras – tudo isso, inspirado em viagens da paisagista pela Europa.

Mônica Costa - Jardim Nômade, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

O mobiliário de madeira e os estofados revestidos por tecidos adequados a áreas externas proporcionam conforto para uma pausa agradável nesse momento de transição, após o longo período de isolamento social.

Jardim de inverno

 

Continua após a publicidade

Jonathas Matarelli Miranda - Jardim Nuances, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

Fazer uma releitura dos jardins de inverno e trazer de volta o verde para dentro de casa foi o mote do arquiteto paisagista Jonathas Matarelli Miranda, do Coletivo Aizó, com seu Jardim Nuances. Cercado de aberturas, o jardim de 19 m² com piso de seixos, floreiras metálicas e espécies tropicais exuberantes oferece nuances em frames diferentes para contemplação.

Jonathas Matarelli Miranda - Jardim Nuances, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Renato Navarro/CASACOR

“Visto de fora, a cada ângulo dele nos convida ao prazer do contato com a natureza”, diz o profissional, que faz sua primeira participação solo em CASACOR.

O surpreendente jardim na escada

 

Continua após a publicidade

Mauro Contesini - Escadaria Mezzetino, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

A rampa de acesso que une os dois pavimentos da CASACOR se transformou em um lugar de contemplação no projeto de Mauro Contesini. Plantas que trazem à memória as casas das avós, como samambaias, avencas e coleus, compõem a vegetação do espaço Escadaria Mezzetino. Da iluminação vem o clima acolhedor: “tirando proveito da luz âmbar, criamos a atmosfera com a sensação de pôr do sol. Uma forma poética de receber os visitantes”, diz.

Área de convivência

 

Continua após a publicidade

KalilFerre Paisagismo - Meu Verde Particular, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

Criado pelos paisagistas Elaine Kalil e Maurício Ferre, da KalilFerre Paisagismo, o espaço Meu Verde Particular é uma área de contemplação que convida à pausa e ao lazer durante a visita à mostra. Ali, os visitantes desfrutam da generosa área verde distribuída em canteiros, vasos e floreiras cimentícias.

KalilFerre Paisagismo - Meu Verde Particular, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

A vegetação tropical que compõe o paisagismo traz uma variedade de formatos, texturas e cores. No jardim, uma escultura em forma de árvore, feita de bambu, estende os seus galhos até o teto. O toque lúdico vem dos balanços dispostos ao redor da praça.

Jardim das artes

 

Continua após a publicidade

Zanardo Paisagismo - Alameda das Artes, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Evelyn Müller/CASACOR

No hall de entrada, o paisagista Luciano Zanardo, da Zanardo Paisagismo, optou pelo minimalismo: dois grandes bancos e duas mesas de madeira maciça têm como pano de fundo costelas-de-adão gigantes plantadas em vasos vietnamitas pretos.

Zanardo Paisagismo - Alameda das Artes, projeto da CASACOR São Paulo 2021.

O projeto Alameda das Artes marca a segunda participação Luciano Zanardo na mostra, e incorpora arte e vegetação. Distribuídas em quadrantes na área principal, 15 patas-de-elefante dividem o espaço com obras de artistas renomados que marcam presença de forma rotativa.

Serviço CASACOR São Paulo 2021

 

Continua após a publicidade

Onde: Parque Mirante, (anexo ao Allianz Parque) – Rua Padre Antônio Tomás, 72

Quando: de 21 de setembro a 15 de novembro de 2021

Horário de funcionamento: segunda* a domingo, das 12h às 22h

* Consulte os dias especiais de abertura às segundas-feiras no site.

Bilheteria digital: https://casacor.byinti.com

Estacionamento no Local – Estapar
R$50 (período de 4 horas)
R$5 (por hora adicional)

Valores dos ingressos:
R$ 80 (Terça a Quinta) – Inteira
R$ 40 (Terça a Quinta) – Meia entrada
R$ 100 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados)
R$ 50 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados) – Meia entrada

Compra de ingresso de meia-entrada
– Idoso a partir de 60 anos
– Estudante apresentando o documento válido com foto ou recibo de pagamento
– PCD e seu acompanhante (conforme lei 12.933/13)
– Professor da rede pública e privada, apresentando o documento válido com foto
* Comprovação de meia-entrada será exigida na porta

Importante:
– Gratuidade de entrada para crianças com idade comprovada de até 10 anos
– 1 (um) CPF pode comprar no máximo 10 ingressos
– A partir de 5 ingressos, parcelamento em 2 vezes
– Venda Grupo: Compras acima de 10 ingressos ou por CNPJ, envie e-mail para ajuda@byinti.com

Continua após a publicidade

Publicidade