Como ter uma horta orgânica e prática dentro de casa

A proposta dos arquitetos Beto Gebara e Marila Filártiga para a Casa Cor SC 2015 é de um ambiente funcional aos que se preocupam também com a saúde

Por Alex Alcantara Atualizado em 3 mar 2017, 16h00 - Publicado em 26 jun 2015, 14h17

20150617_175649

Além de ambientes que trazem soluções decorativas e estruturais para os lares, os profissionais da Casa Cor Santa Catarina 2015 têm seu olhar voltado para os adeptos de alimentos saudáveis. No ambiente Meu Loft, dos arquitetos Marila Filártiga e Beto Gebara, há um eletrodoméstico que permite o cultivo de vegetais orgânicos e naturais, traduzindo o jeito de viver dos que se preocupam com a saúde.

O Plantário possui pequenas dimensões, 45 cm de largura, 49 cm de profundidade e 73 cm de altura, que pode ser instalado em pequenas residências e permite o cultivo de até nove espécies, em vasos individuais. Tem também sistema próprio de irrigação, iluminação e ventilação, em que o proprietário só precisa se preocupar em escolher o tipo de alimento plantado e colocar as sementes. Os recipientes vêm com o substrato orgânico pronto.

“A defesa de materiais inseridos ao conceito da sustentabilidade é algo incorporado à nossa vida não apenas como arquitetos, mas como cidadãos”, declara Beto Gebara.

O ambiente da dupla possui 60 m² e foi projetado para um executivo do mercado financeiro, moderno, esportista, atento às questões de sustentabilidade e que tem como hobby a gastronomia funcional. O ambiente foi inspirado nos primeiros lofts de Nova York das décadas de 60 e 70, onde os artistas e músicos ocupavam antigas fábricas e faziam delas suas moradas.

Continua após a publicidade

Publicidade