Artboard Created with Sketch.

Você sabe para onde vão os resíduos da CASACOR São Paulo?

O relatório de sustentabilidade de 2016 apresenta o caminho que os refugos gerados pela mostra percorrem até ganharem uma nova vida

Casa de papelão projetada pelo estúdio de design holandês Fiction Factory

Casa de papelão projetada pelo estúdio de design holandês Fiction Factory (Divulgação/CASACOR)

Em 2016, a CASACOR São Paulo gerou 2.141,32 toneladas de resíduos. Desse total, 90% foram reaproveitados, ou seja, reciclados, reutilizados ou doados, e apenas 10% foram descartados em aterro*. Esse reaproveitamento é equivalente a todo o resíduo gerado pelo município de Curitiba por um dia. Para minimizar os impactos gerados a partir dos resíduos, foram realizadas iniciativas em todas as fases do evento. Confira abaixo:

Montagem: criação de zonas de triagem e disponibilização de caçambas para todos os resíduos gerados, instalação de lava-pincéis para diminuição de desperdício e incentivo à utilização de tintas à base de água;

Evento: triagem dos resíduos em três categorias: orgânicos, recicláveis e rejeitos;

Desmontagem: por meio da triagem e do mapeamento das melhores destinações para cada tipo de resíduo, a matéria orgânica gerada pelas composteiras durante o evento foi utilizada para adubar o solo onde estavam as construções.

Resíduos gerados pela CASACOR São Paulo em 2016

Resíduos gerados pela CASACOR São Paulo em 2016 (Divulgação/CASACOR)

Foram recolhidas 11,9 toneladas de resíduos, como móveis, pisos, telhas, espelhos, vasos sanitários, mudas de plantas e tecidos, além de outros tipos de material. Tudo isso foi doado para diversas organizações, entre elas:

Cooperativa Catadores – Cooperação;

Igreja Comunidade Evangélica Plena Adoração;

Associação Beneficente Comunidade de Amor Rainha Paz;

Cooperativa de Catadores Nova Fênix.

Vale ressaltar que as doações foram realizadas com base nas Políticas de Doação e Anticorrupção do Grupo Abril.

*Essas informações foram publicadas no Relatório de Sustentabilidade 2016 da CASA COR São Paulo. A versão completa, você pode conferir aqui.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s