Francis Kéré ganha o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2022

O arquiteto africano se torna a primeira pessoa negra da história a receber um Pritzker da Arquitetura

Por Yeska Coelho Atualizado em 16 mar 2022, 08h48 - Publicado em 16 mar 2022, 07h20

Considerado como o “Nobel da Arquitetura”, o Pritzker é a premiação mais importante que um arquiteto pode receber, e a vitória esse ano foi histórica, literalmente. O vencedor foi o arquiteto Diébedo Francis Kéré, natural do país africano Burquina Faso.

Francis Kéré

O arquiteto é reconhecido tanto por seus projetos como pelo ativismo social, já que está sempre em busca de empoderamento e transformação de comunidades em cada uma de suas obras. Kéré foi premiado, inclusive, por seus “desenhos sustentáveis em áreas de escassez extrema”, afirmou em comunicado Tom Pritzker, presidente da Hyatt Foundation, patrocinadora do evento.

Escolas, centros de saúde, edifícios residenciais e espaços públicos são o carro-chefe do arquiteto em países africanos como Benin, Togo, Quênia, Moçambique e Sudão.

“Através de edifícios que demonstram beleza, modéstia, ousadia e invenção, e pela integridade de sua arquitetura e gesto, Kéré defende graciosamente a missão deste Prêmio”, afirmou Pritzker.

Uma aula de sustentabilidade em meio ao Pritzker

Escola Primária em Gando
Escola Primária em Gando Erik-Jan Ouwerkerk/CASACOR
Continua após a publicidade

Kéré apoia o uso racional de materiais e defende o uso equilibrado para evitar desperdícios em projetos arquitetônicos:

“Espero mudar o paradigma, levar as pessoas a sonhar e arriscar. Não é porque você é rico que você deve desperdiçar material. Não é porque você é pobre que você não deve tentar criar algo de qualidade, (…) Todo mundo merece qualidade, todo mundo merece luxo e todo mundo merece conforto. Estamos interligados e as preocupações com o clima, a democracia e a escassez são preocupações de todos nós”, afirmou.

Durante a premiação, o arquiteto foi elogiado por um projeto em uma escola primária, em Burquina Faso.  Com carreira mundial, o arquiteto venceu Prêmio Aga Khan, em 2024,  e foi o autor do Pavilhão Serpentine, no Hyde Park de Londres, em 2017.

A seguir, confira uma galeria de projetos assinados por Kéré para conhecer o trabalho do arquiteto:

Continua após a publicidade

Publicidade