32º Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira destaca 50 projetos!

A 32ª edição do prêmio recebeu 663 inscrições de trabalhos, dividas em oito categorias. Confira os vencedores abaixo!

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 17 fev 2020, 16h47 - Publicado em 30 out 2018, 19h52
Divulgação/CASACOR

O Museu da Casa Brasileira, o MCB, divulgou na última semana o resultado do 32º Prêmio Design MCB, que destacou 50 trabalhos, desde produtos a protótipos. A premiação foi dividida em oito categorias: Construção, Eletroeletrônicos, Iluminação, Mobiliário, Têxteis, Transportes, Utensílios e Trabalhos Escritos.

Realizado desde 1986, com o objetivo de valorizar e incentivar a atuação do design em conjunto com a indústria, o prêmio recebeu 663 trabalhos inscritos. Duas comissões julgadoras analisaram conceito, originalidade, pesquisa e soluções construtivas e tecnológicas em 1º, 2º, 3º lugar e menção honrosa. Abaixo, destacamos alguns destaques:

Categoria Iluminação

Luminária Fina à esquerda e Luminária Lanterna à direita. Divulgação/CASACOR

A Lumini foi reconhecida com luminárias assinadas por Fernando Prado. O segundo lugar da categoria foi para a luminária Lanterna e, a menção honrosa, para a luminária Fina.

Categoria Construção

Bancada Ícaro, de Jader Almeida Divulgação/CASACOR

Na categoria construção, a bancada Ícaro, do renomado designer Jader Almeida, ficou com o 3º lugar.

Categoria Trabalhos Escritos

Capa do livro. Divulgação/CASACOR

Na modalidade trabalhos publicados, o 1º lugar foi para o livro Jayme C. Fonseca Rodrigues | Arquiteto, de Hugo Segawa, Juliana H. Suzuki e Nilce Aravecchia Botas, publicado pela BEI Editora.

Categoria Mobiliário

Linha Machina & Manus Divulgação/CASACOR

Na categoria mobiliário, o primeiro lugar foi para a cadeira AVA, da linha Machina & Manus, do designer Guto Indio da Costa, produzida em parceria com a San German e a Itália Estofados.

A lista completa de vencedores e menções honrosas pode ser conferida clicando aqui.

 

Continua após a publicidade
Publicidade