As obras de Noel Marinho são celebradas na CASACOR Rio

Azulejos criados pelo arquiteto modernista aparecem em móveis, obras e tapete de diferentes espaços na mostra carioca

Por Redação Atualizado em 8 abr 2021, 16h03 - Publicado em 8 abr 2021, 16h04
casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras estudio design noel marinho patricia marinho manuele colas heloisa amaral peixoto carolina cascardo terraçao nm
Estúdio Design Noel Marinho por Patricia Marinho, Manuèle Colás – Terraço NM. André Nazareth/CASACOR

Não são só os azulejos originais do século 18 presentes nos banheiros e cozinha do Palacete Brando Barbosa que vêm chamando a atenção nesta 30ª edição da CASACOR Rio. Peças modernistas criadas pelo arquiteto Noel Marinho também roubam a cena em alguns espaços.

No Terraço NM, decorado por Patrícia Marinho e Manoèle Colas (profissionais à frente do Estúdio Noel Marinho), toda a ambientação foi criada a partir do mobiliário da linha Angra: mesas e bancos revestidos com azulejos “Rogers”, criados exclusivamente para a área externa. Os móveis – desenvolvidos pela dupla durante o período de quarentena em 2020 – foram criados a partir de desenhos deixados por Noel, que morreu em 2018, aos 90 anos. Um detalhe que chama atenção: além da beleza e contemporaneidade das peças, que ganham ares quase de obra de arte, é o conforto desses móveis. O segredo está no corte lateral dos azulejos, sempre feito em 45º, o que garante ainda um encaixe perfeito entre as peças.

casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras estudio design noel marinho patricia marinho manuele colas heloisa amaral peixoto carolina cascardo terraçao nm
Denilson Machado/CASACOR

“Temos cerca de 80 desenhos de azulejos catalogados. E todos podem ser produzidos em diferentes cores dentro da paleta do Noel, que tem 24 tons como azul, verde, preto, caramelo, o que torna as possibilidades de composição quase infinitas” destaca Manoèle.

casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras ricardo portilho jardim café

De fato, quem vê o banco Parati revestido com azulejos da linha Lina Bo no Jardim do Café de Ricardo Portilho, por exemplo, pode até imaginar que as cores foram encomendadas para combinar com o bambuzal do espaço. Mas, elas já existiam exatamente naquele tom.

Continua após a publicidade

casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras adriana esteves refugio

E ainda tem Noel em outros dois ambientes: em O Refúgio, da arquiteta Adriana Esteves, ele aparece num quadro utilizado no espaço da cozinha; e na Biblioteca, de Andréa Chicharo, ele está no tapete, que traz um desenho ampliado de um azulejo. Mais uma das inovações do Estúdio Noel Marinho, que desde 2017 cuida do legado do arquiteto e difunde ainda mais sua arte com a criação de móveis, peças de arte, objetos decorativos e tapetes.

casacor rio de janeiro 2021 rj ambientes decoração arquitetura mostras andrea chincharo biblioteca

Nascido em 1927, Noel Marinho participou intensamente da produção arquitetônica modernista brasileira, a partir de meados dos anos 1950. Exímio desenhista e designer, sempre se interessou especialmente pelos mosaicos, painéis e murais de azulejo. Um trabalho que ficou esquecido por um tempo até que foi retomado em 2012. A partir de 2015, com incentivo da filha Patricia, os trabalhos de Noel passam a ser catalogados e atualizados, ainda com sua participação ativa.

A CASACOR Rio conta com a participação de 57 profissionais, entre arquitetos, designers de interiores e paisagistas. Até 20 de abril, a Residência Brando Barbosa, onde foram montados os 38 espaços da mostra, está fechada devido às restrições de circulação de pessoas impostas pela Prefeitura do Rio. Mas, aqui no site, a versão digital, com vídeos e tours 3D, segue disponível para você curtir todos os detalhes dos ambientes.

Continua após a publicidade
Publicidade