O que de mais interessante rolou na 37ª Paralela Design

Na feira, que encerrou nesta sexta, reapareceram materiais e técnicas milenares e produções originais com identidade, curados por Marisa Ota

Por Giovanna Jarandilha Atualizado em 17 fev 2020, 18h07 - Publicado em 14 fev 2020, 17h51

Em sua 37ª edição, a Paralela Design é considerada uma das maiores plataformas de negócios, inspirações e tendências da América Latina. A feira se mantém como uma das principais vitrines do design autoral brasileiro, desta vez com curadoria de Marisa Ota – que há 19 anos está à frente do evento com um olhar refinado, que lançou dezenas de nomes importantes no mercado.

Encerrada na sexta-feira, 14 de fevereiro, no Pavilhão Oca Ibirapuera, a feira teve como objetivo incentivar o design e a arte original brasileira. Ponto de encontro entre novos e reconhecidos talentos do design nacional, a Paralela mostrou preocupação não só com a forma, mas também com a produção das peças apresentadas. Materiais e técnicas milenares, a retomada do processo artesanal e os fluxos criativos cada vez mais pessoais e identitários reaparecem diversas vezes na feira.

Separamos na galeria o que de mais interessante rolou por lá e que você não pode deixar de ver. Confira!

Publicidade