Materiais sustentáveis e tons terrosos marcam o décor deste duplex

À frente do projeto, a arquiteta Juliana Pippi pincelou o apartamento com uma paleta de cores que remete ao cenário praiano de Florianópolis

Por Marina Pires Atualizado em 23 jun 2021, 11h14 - Publicado em 23 jun 2021, 11h00
apartamento duplex; juliana pippi; decoração; sustentabilidade; tons terrosos
Denilson Machado/CASACOR

Tons terrosos de rochas e areia são mesclados com pontos verdes neste apartamento duplex de um jovem casal localizado em Florianópolis. Com assinatura da arquiteta Juliana Pippi, do elenco CASACOR Santa Catarina 2021, o espaço, além de funcionar como uma moldura para o cenário praiano da capital catarinense, envolveu um pedido muito especial do casal: o uso de materiais sustentáveis na reforma. 

apartamento duplex; juliana pippi; decoração; sustentabilidade; tons terrosos
Denilson Machado/CASACOR

Ao todo, os 280 m² do local foram renovados. Novos revestimentos deram personalidade ao apê, enquanto a ampliação de ambientes, como a sala, banheiro da suíte e um cantinho de meditação, otimizaram a dinâmica do espaço.

apartamento duplex; juliana pippi; decoração; sustentabilidade; tons terrosos
Denilson Machado/CASACOR

A arquiteta Juliana Pippi destacou no espaço o estilo de vida do casal, que é muito ligado à natureza. O projeto convida o que está do lado de fora a fazer parte décor, trazendo consigo uma parede de pedras situada ao lado do painel da televisão que passa a impressão de estar dentro de uma gruta. 

apartamento duplex; juliana pippi; decoração; sustentabilidade; tons terrosos
Denilson Machado/CASACOR

Tacos de cumaru correm pelo teto, enquanto a região da bancada do bar e da cozinha é completa por eucalipto limão. A pedido do casal, a arquiteta optou pelo uso de materiais que tivessem baixo impacto ambiental e que fossem de reaproveitamento, como algodão, linho e pedras naturais

apartamento duplex; juliana pippi; decoração; sustentabilidade; tons terrosos
Denilson Machado/CASACOR

O apê reforça o famoso dizer “menos é mais” ao não preencher o espaço com muitos objetos e pertences e priorizar materiais que trazem aconchego.

apartamento duplex; juliana pippi; decoração; sustentabilidade; tons terrosos
Denilson Machado/CASACOR
Continua após a publicidade
Publicidade