Vans e Van Gogh Museum se unem em projeto de preservação à arte

As duas empresas se unem em uma ação para garantir o acesso das pinturas de Vicent van Gogh para as próximas gerações

Por Alex Alcantara Atualizado em 18 fev 2020, 07h44 - Publicado em 30 jul 2018, 16h36
Divulgação/CASACOR

Já pensou em andar nas ruas com as estampas das renomadas obras de Vicent van Gogh, como Caveiras, Amendoeira em Flor, Girassóis e o seu auto-retrato? Graças a uma parceria entre a marca de roupas, tênis e acessórios Vans e o Van Gogh Museum isso será possível.

As duas empresas se unem em uma parceria para garantir o acesso das pinturas de Vicent van Gogh para as próximas gerações. Isso porque, a coleção Vans x Van Gogh Museum vai ter parte dos lucros revertida para a preservação do legado e obra do artista.

Divulgação/CASACOR

“Nós gostamos muito da coleção Vans x Van Gogh Museum, por seguir com nossa missão de manter a vida e obra de Vincent van Gogh acessível para o máximo de pessoas possível, para enriquecer e inspirá-las” diz Adriaan Dönszelmann, da diretoria do Van Gogh Museum. “Ao unir as icônicas obras de arte de Van Gogh com os clássicos modelos da Vans, nossa parceria dá vida à arte ‘Off The Wall’ de Vincent em um novo mundo e público fora do nosso museu”.

A coleção apresenta a evolução do estilo de pintura de Van Gogh, em camisas, moletons, bonés, tênis e roupas e acessórios no geral. Cada modelo da coleção Vans x Van Gogh é completa com palmilhas personalizadas, que replicam os memoráveis traços de Van Gogh e são finalizadas com o logo Vincent x Vans.

Divulgação/CASACOR

A coleção Vans x Van Gogh Museum estará disponível no mundo inteiro, inclusive no Brasil, a partir da segunda quinzena de agosto.

Ronald Tilleman/CASACOR

O Van Gogh Museum está localizado em Amsterdã, nos Países Baixos. No museu, é possível acompanhar a evolução do trabalho do artista e comparar suas telas às obras de outros pintores do século XIX, presente na coleção. O local também oferece uma gama de exposições sobre vários assuntos do século XIX e história da arte. A coleção permanente do museu inclui mais de 200 pinturas de Van Gogh, além de desenhos e cartas de van Gogh.

Luuk Kramer/CASACOR

O projeto original do edifício leva a assinatura do arquiteto Gerrit Rieveld. À estrutura principal, foi acrescentada uma Ala de Exibição, com desenho de Kisho Kurokawa, datada de 1999. Uma passagem foi construída ligando os dois prédios.

Em setembro de 2015, o museu passa por uma nova reforma, que foi necessária porque o local estava recebendo cada cada vez mais pessoas, e era preciso criar um outro acesso ao anexo, além de proteger a entrada existente das intempéries, já que em Amsterdã há épocas de frio intenso. Essa última intervenção leva a assinatura do escritório Hans van Heeswijk Architects.

Ronald Tilleman/CASACOR

Para a ampliação foi concebida uma redoma em vidro, que acompanha o design do edifício existente. A redoma tem estrutura metálica e a fixação dos vidros é feita por uma estrutura de apoio do mesmo material translúcido.

Continua após a publicidade
Publicidade