Pinacoteca de São Paulo ganhará novo edifício em 2022

Nomeado de Pinacoteca Contemporânea, o novo edifício se tornará um dos maiores museus da América Latina. O projeto é do escritório Arquitetos Associados

Por Redação Atualizado em 29 nov 2021, 16h07 - Publicado em 2 dez 2021, 15h00
pinacoteca; novo edifício; são paulo; arte; arquitetura;
Divulgação/CASACOR

O Governo de São Paulo anunciou o início das obras da Pinacoteca Contemporânea, o novo prédio da Pinacoteca de São Paulo. O edifício, cujas obras tiveram início nesta última semana de novembro, será o terceiro do grupo, atualmente formado pela Pinacoteca Luz e pela Pinacoteca Estação. Somados, o conjunto se tornará, em área e capacidade de público, um dos maiores museus de arte da América Latina.

pinacoteca; novo edifício; são paulo; arte; arquitetura;
Divulgação/CASACOR

Prevista para inaugurar em novembro de 2022, o projeto deste novo edifício é assinado pelo escritório Arquitetos Associados – estúdio sediado em Belo Horizonte com ampla experiência em projeto de galerias, assinando diversos pavilhões em Inhotim, e também responsáveis pela curadoria do Pavilhão do Brasil na última Bienal de Arquitetura de Veneza.

Orçada em aproximadamente R$ 85 milhões, a construção da Pina Contemporânea será custeada pela iniciativa privada e pelo Governo de São Paulo, que arcará com R$ 55 milhões. O local terá potencial para atender até 1 milhão de visitantes por ano.

pinacoteca; novo edifício; são paulo; arte; arquitetura;
Divulgação/CASACOR

Segundo o Governo de São Paulo, a Pina Contemporânea terá duas galerias preparadas para exposições, com obras de diversos portes, e um centro para atividades socioeducativas

A Biblioteca da Pinacoteca de São Paulo e o Centro de Documentação do Museu, que hoje estão no prédio da Pinacoteca Estação, serão transferidos para duas amplas salas. 

Continua após a publicidade

pinacoteca; novo edifício; são paulo; arte; arquitetura;
Divulgação/CASACOR

O espaço também terá uma área de serviços, com restaurante, loja e espaços comuns para livre circulação do público. E o Jardim da Arte, que conecta o prédio da Luz com o novo edifício.

pinacoteca; novo edifício; são paulo; arte; arquitetura;
Divulgação/CASACOR

No projeto, estão mantidos os volumes arquitetônicos dos dois blocos de edifícios já existentes no terreno. Conectando esses dois blocos, haverá uma grande praça pública coberta, com 1.339,2 m2

Os antigos pavilhões serão restaurados e seus espaços internos reorganizados, de modo a adaptá-los para o novo uso. Um subsolo e um mezanino complementam a proposta. 

pinacoteca; novo edifício; são paulo; arte; arquitetura;
Divulgação/CASACOR

A intenção foi criar um ambiente com todos os requisitos fundamentais para um museu do século XXI, mas que também fosse amigável, inclusivo, acessível e integrado ao parque da Luz e ao edifício da Pinacoteca Luz. 

Continua após a publicidade

Publicidade