MoMA, de Nova York, reabre hoje com exposição de Donald Judd

Fechado por mais de 5 meses por conta da pandemia da covid-19, o Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMA, reabre suas as portas hoje

Por Cristina Bava Atualizado em 27 ago 2020, 16h26 - Publicado em 27 ago 2020, 10h57
MoMA/CASACOR

Uma das instituições culturais mais importantes do mundo tem sua reabertura confirmada para hoje com mega exposição das obras minimalistas de Donald Judd. São 70 peças, entre esculturas, pinturas e desenhos deste artista que mudou a linguagem da produção da arte moderna mundial. Até 9 de janeiro de 2021, os moradores e visitantes da cidade de Nova York poderão conhecer a primeira grande retrospectiva americana dedicada ao artista.

Donald Judd – Untitled –(1991) © 2020 Judd Foundation / Artists Rights Society (ARS), New York. Reprodução/CASACOR
Donald Judd – Untitled –(1967) © 2020 Judd Foundation/ Artists Rights Society (ARS), New York. Reprodução/CASACOR

O MoMA é mais uma das muitas instituições culturais da cidade de Nova York que estão reabrindo cuidadosamente suas portas aos visitantes, pensando na segurança de todos inclusive dos seus funcionários.

A cidade de Nova York foi a mais atingida pela pandemia nos EUA. E, é também o lar das maiores instituições culturais do mundo, com a missão de educar, inspirar e sobretudo, neste momento, apoiar a recuperação de Nova York.

“Não sabemos se as pessoas se sentirão confortáveis em voltar. Não sabemos. Mas vamos garantir a segurança de todos”, disse Glenn Lowry, diretor do MoMA, ao jornal Washington Post.

Donald Judd – Untitled –(1988) © 2020 Judd Foundation / Artists Rights Society (ARS), New York. Reprodução/CASACOR

Donald Judd – MoMA

27 de agosto a 9 de janeiro de 2021

Os ingressos disponíveis apenas online pois a capacidade é limitada.

Acesso gratuito ao MoMA será até 27 de setembro via site da loja UNIQLO.

Continua após a publicidade
Publicidade