Zaha Hadid assina projeto de Centro Cultural na China

Espaço conta com formas sinuosas inspiradas nas belezas naturais da região

Por Yeska Coelho Atualizado em 2 ago 2022, 10h44 - Publicado em 3 ago 2022, 12h00
Zaha Hadid Arquitetura
Divulgação/CASACOR

O estúdio de arquitetura britânico Zaha Hadid Architects divulgou imagens do Centro Cultural em Xi’an, na China. Trata-se de um espaço cultural criativo em uma das mais badaladas regiões do mundo todo.

O espaço irá contar com ambientes culturais, entre eles um teatro com capacidade de 450 pessoas, uma biblioteca multimídia, salões, estúdios, galerias e mais – além de uma área externa acolhedora e criativa.

Zaha Hadid Arquitetura
Divulgação/CASACOR

A arquitetura do espaço se destaca. Batizado como Jinghe New City Culture & Art Center, o espaço possui uma série de volumes sinuosos que mesclam bem as áreas internas e externas, oferecendo aos visitantes opções de lazer tanto dentro como fora dos ambientes.

A inspiração veio diretamente das belezas naturais da cidade.“Recordamos os vales sinuosos esculpidos pelo rio Jinghe através das montanhas e as paisagens da província de Shaanxi”, disse Zaha Hadid Architects em entrevista ao Dezeen.

Continua após a publicidade

Zaha Hadid Arquitetura
Divulgação/CASACOR

O espaço terá também uma importância para urbanista, já que contará com rampas levemente inclinadas que irão ajudar a conectar os distritos comerciais e residenciais da cidade ao norte com os parques ao sul.

Zaha Hadid Arquitetura
Divulgação/CASACOR

O proejeto do Zaha Hadid Archtects é, ainda por cima, sustentável. Eles incluíram medidas para otimizar a ventilação e privilegiar a luz natural para reduzir o consumo elétrico no conjunto cultural.

O centro também usará painéis fotovoltaicos para gerar eletricidade no local e incorporará instalações para coleta e coleta de água da chuva.

Continua após a publicidade

Publicidade