Placas brancas recobrem Casa italiana de Francesco Pascali

Chamada de Ca 'gioia, a residência fica em Bassano del Grappa e foi revestida com pedra sinterizada

Por Redação 8 dez 2020, 12h05
Vista da lateral da casa, branca, com as placas compondo um mosaico geométrico e uma mulher parada, apoiada na parede
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

Das fachadas aos pisos e telhados, a pedra sinterizada compõe as formas geométricas puras da residência Ca ‘gioia, do arquiteto Francesco Pascali. Localizada em Bassano del Grappa, itália, a residência é emoldurada pelos contornos montanhosos dos Pré-alpes Vénetos.

Casa vista à distância, com céu azul e grama
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

A casa representa uma interpretação contemporânea da arquitetura palladiana, na verdade, a construção fica próxima da famosa Villa Angarano – projetada pelo arquiteto renascentista italiano Andrea Palladio nos anos 1500.

Vista lateral da casa durante a noite com porta e janela no canto superior esquerdo iluminadas
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

Segundo o portal Designboom, a Ca ‘gioia possui uma estrutura em forma de L: um bloco longo e baixo com um telhado inclinado conectando o edifício principal de dois andares.

Detalhe do andar superior com os revestimentos e janelas compondo um jogo de luz e sombra
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

Com formas puras, a casa atinge um equilíbrio impressionante entre formas monumentais e simplicidade. Isso é acentuado com linhas geométricas que ajudam a distinguir uma relação precisa entre o espaço positivo e negativo.

Vista do pátio para o parque exterior com as árvores e montanhas ao fundo
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

A impressão de monumentalidade se dá com a ajuda de grandes lajes de pedra sinterizada. Medindo 1500 × 3365 mm, o material cobre toda a parte externa, com superfícies verticais e horizontais, incluindo a cobertura. Complementando a vegetação do parque circundante, o piso externo é coberto com lajes bianco polare.

Vista da outra lateral da casa com dois andares. Árvore em primeiro plano
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

Por serem não porosas, as superfícies de pedra sinterizada são naturalmente ideais para ambientes externos. Além disso, o material também é resistente às condições ambientais – temperaturas extremas, raios ultravioleta e intempéries – e produtos químicos para limpeza.

Vista do pátio branco com pequeno jardim
Reprodução Designboom e Lapitec/CASACOR

Essas qualidades de alto desempenho beneficiam a habitabilidade dentro de casa: os revestimentos ajudam a baixar a temperatura interna no verão e mantêm a camada isolante embaixo seca e protegida no inverno. As placas possuem 12 mm de espessura – independentemente do acabamento – garantem que o número de juntas seja reduzido ao mínimo para se adequar aos padrões estruturais e ao peso.

Continua após a publicidade
Publicidade