A icônica La Samaritaine reabre em Paris com redesenho do SANAA

A loja de departamentos foi fechada em 2005 por motivos de segurança e o projeto geral de reforma ficou a cargo do renomado escritório de arquitetura SANAA

Por Redação Atualizado em 22 abr 2021, 12h48 - Publicado em 23 abr 2021, 09h00
La Samaritaine, Paris, reabertura, escritório SANAA, vidro ondulado
Simón García/CASACOR

Após quinze anos e  muitos obstáculos, a loja de departamentos La Samaritaine está pronta para reabrir suas portas ao público em Paris. O estúdio japonês SANAA assina uma nova fachada futurística de vidro ondulado e restitui seu valor histórico ao trazer uma contribuição contemporânea à arquitetura do Segundo Império.

La Samaritaine, Paris, reabertura, escritório SANAA, vidro ondulado
Simón García/CASACOR

A história desta loja de departamentos remete-se a 1870, quando Ernest Cognacq e sua esposa abriram, no cruzamento das ruas Pont-Neuf e Monnaie, uma pequena loja que, ao longo dos anos, tornou-se um bloco de 70.000m², combinando Art Nouveau e estilos Art Déco do final do século XIX. 

La Samaritaine, Paris, reabertura, escritório SANAA, vidro ondulado
Simón García/CASACOR

A nova área comercial foi distribuída em três andares ao longo de um eixo de circulação central que conecta edifícios em ambas as extremidades. Na Rue Rivoli, o SANAA propõe um gesto arquitetônico contemporâneo que marca o renascimento da Samaritaine, escrevendo uma nova página na história deste emblemático estabelecimento. 

La Samaritaine, Paris, reabertura, escritório SANAA, vidro ondulado
Simón García/CASACOR

A nova fachada ondulada de vidro é, de fato, uma continuação do espírito vanguardista e da pesquisa sobre o vidro que caracterizou o trabalho dos arquitetos responsáveis pelo projeto original do La Samaritaine, Frantz Jourdain e Henri Sauvage.

La Samaritaine, Paris, reabertura, escritório SANAA, vidro ondulado
Simón García/CASACOR

A fachada dupla reflete os ornamentos da arquitetura do entorno e apresenta um movimento que convida o público a explorar o quarteirão urbano.

La Samaritaine, Paris, reabertura, escritório SANAA, vidro ondulado
Simón García/CASACOR

Os maiores esforços se voltaram, contudo, à restauração. Os icônicos elementos Art Nouveau da fachada e seus azulejos esmaltados coloridos foram restaurados, junto com uma grande escadaria e uma claraboia no átrio da loja. 

Via ArquicteturaViva e ArchDaily

Continua após a publicidade
Publicidade