Artboard Created with Sketch.

Joseph Gire e o Rio: a história do Edifício Touring, sede da CASACOR RJ

Saído da França no século XX, o arquiteto voltou a arquitetura da cidade para o mar, em palacetes admirados até hoje, como o Copacabana Palace

 (André Nazareth/CASACOR)

Corriam os primeiros anos do século XX quando o francês Joseph Gire chegou ao Rio. Renomado arquiteto internacional, sócio de um grande escritório na França, foi trazido ao país por Octavio Guinle. Uma parceria que mudou, para sempre, a paisagem carioca com a construção de palacetes admirados até hoje. São obra da dupla o Copacabana Palace, o Hotel Glória, o Palácio Laranjeiras, o edifício Praia do Flamengo. Imóveis que fizeram a cidade se voltar para o mar – algo tão carioca e que hoje nos parece tão natural.

Mas Gire fez muito mais. Além dos palacetes que carregam, ainda hoje, o glamour da Belle Époque tropical, foi um dos arquitetos responsáveis pelo início da verticalização da cidade, em especial nas orlas de Copacabana e Flamengo. Foi também um dos primeiros a projetar edifícios num estilo que começava a surgir na Europa: o art-déco.

 (André Nazareth/CASACOR)

É obra sua o projeto do edifício A Noite, aqui ao lado esquerdo, no número 7 da Praça Mauá. Considerado por duas décadas o maior arranha-céu da América Latina, o prédio construído entre 1928 e 1930 é reconhecido por sua importância cultural já que abrigou a Rádio Nacional e foi palco de praticamente toda a cena musical brasileira da primeira metade do século passado. Mas sua importância arquitetônica é, talvez, ainda maior. Com 23 andares, foi um dos primeiros a usar concreto armado. Algo tão inovador que, à época, foi considerado uma grande vitória da construção civil. Não à toa, o edifício que tem os traços bem marcantes do art-déco, foi por décadas uma das grandes atrações da cidade.

Pouco antes, contudo, Gire já tinha flertado com o estilo. Ao projetar o que viria a ser esta estação de desembarque de passageiros do cais do porto, o arquiteto francês criou um edifício em estilo eclético classicizante, mas com diversos elementos do art-déco. Basta olhar para a bela Torre do Relógio ou para os inúmeros vitrais criados pelo italiano César Formenti – considerado um dos maiores vitralistas do país.

 (André Nazareth/CASACOR)

Inaugurado em outubro de 1928, o terminal abrigou pavilhão de acesso, bilheteria e o armazém de bagagens com três pavimentos. A partir de janeiro de 1929, passou a contar também com um bureau do Touring Clube, o que acabou por nomear o edifício. Até a década de 1940, foi esse prédio que recebeu os viajantes que chegavam ao Rio. Fossem estadistas, artistas, imigrantes, trabalhadores, todos passaram por aqui. Os mais ricos tinham à disposição uma jardineira que atravessava a cidade na grande avenida à beira mar que ligava o Centro a Copacabana (e ao Copacabana Palace).

Escondido desde a década de 1950 pela Perimetral, o edifício Touring pôde voltar a ser apreciado com a renovação da Praça Mauá. E, agora, recuperado pela Companhia Docas – atual administradora -, com supervisão do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, tem suas portas novamente abertas a cariocas e turistas pela 29ª. edição da CASACOR Rio, evento que valoriza ainda mais sua relação com a Baía de Guanabara ao implantar boa parte de seus 44 ambientes voltados para o mar. Gire certamente aprovaria!

CASACOR Rio de Janeiro 2019

Quando?

De 20 de agosto a 29 de setembro de 2019

De terça a sábado (inclusive feriados), das 12h às 21h; domingo, das 12h às 20h.

Onde?

Rua Rodrigues Alves, 10 – Praça Mauá – Rio de Janeiro – RJ

Quanto?

De terça a sexta-feira: ingresso inteiro: R$ 50; Meia entrada: R$ 25

Sábados, domingos e feriados: ingresso inteiro: R$ 60; meia entrada: R$ 30

Passaporte: R$ 160

Crianças até 10 anos não pagam. Idosos acima de 60 anos e estudantes com carteira oficial pagam meia entrada.

Ingressos disponíveis em: casacorrj.byinti.com/

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.