Estudantes fazem projeto que resgata arquitetura tradicional iraniana

Aliando design digital e muita criatividade e respeito pela cultura, estudantes de arquitetura investem em um estande moderno

Por Yeska Coelho Atualizado em 28 Maio 2021, 12h29 - Publicado em 28 Maio 2021, 16h00
arquitetura tradicional no irã é resgatada por projeto de estudantes de arquitetura
Milad Hosseinzadeh/CASACOR

Uma pesquisa de solo feita por estudantes de arquitetura no Irã vem recebendo a atenção de profissionais que se interessam pelo tema projetos sustentáveis e arquitetura digital.

Trata-se de uma pesquisa de solo e design cujo objetivo é ser “o primeiro projeto estudantil de design e construção nesta área no Irã”, afirma Hossein Moradi Pesquisador iraniano e estudante de arquitetura.

arquitetura tradicional no irã é resgatada por projeto de estudantes de arquitetura

O projeto é descrito pelos arquitetos como um pavilhão de pesquisas em que a Kooshk oferece um espaço artístico e cultural sem fins lucrativos com programas para artistas residentes. A partir do espaço ofertado, eles se apropriaram de edifícios que ficaram esquecidos por muito tempo.

A razão para o tal abandono dos edifícios é em razão da arquitetura tradicional do Irã estar em declínio. Para os estudantes, é importante que a próxima geração de arquitetos tenha mais conhecimento sobre a cultura do país para preservá-la.

Continua após a publicidade

Foi assim que o grupo de estudantes uniu tecnologia e elementos modernos para trazer a arquitetura tradicional do Irã de um jeito mais contemporâneo. Técnicas de fabricação do Oriente Médio foram utilizadas para construir um local que se destaca perante edifícios modernos.

O projeto chama a atenção em diferentes aspectos – da escolha dos materiais à textura e cores eleitas para a composição. A face externa com concreto não geométrico e textura rugosa é de cor neutra (cinza) e a interna possui tijolos como material principal.

“Escolhemos a geometria triangular no lado interno porque o triângulo é uma amostra de conhecimento e brilho. Além disso, o triângulo é a forma mais regular em formas geométricas. Por outro lado, executar formas livres complicadas com geometria triangular, além de facilitar a adaptação, gera o mínimo de desperdício em tijolos”, afirma o grupo de arquitetos.

arquitetura tradicional no irã é resgatada por projeto de estudantes de arquitetura
Milad Hosseinzadeh/CASACOR

O pavilhão de pesquisa da Kooshk foi construído para resgatar técnicas de construção tradicionais e a arquitetura do Oriente Médio de um jeito inovador. Para isso, a ciência e tecnologia foram aliadas para criar modelos de computador e processos de fabricação para facilitar a rotina dos arquitetos.

O projeto precisou de muitos estudos teóricos e de campo interdisciplinares, que incluem morfologia, ecologia, técnicas de arquitetura tradicional do Oriente Médio e combiná-las com técnicas de estrutura de superfície mais modernas.

Continua após a publicidade
Publicidade