Conheça 8 estações de metrô com uma arquitetura impressionante

De Salvador a Budapeste, separamos estações de metrô que são muito mais do que um espaço de transporte urbano, são impressionantes obras de arte

Por Marina Pires Atualizado em 24 jun 2022, 09h46 - Publicado em 24 jun 2022, 15h00
Linha 2- Salvador, Brasil ; arquitetura; estação de metrô
Linha 2- Salvador, Brasil. Projetado por JBMC Arquitetura e Urbanismo Nelson Kon/CASACOR

Projetadas por diferentes arquitetos ao redor do mundo, as estações de metrô são muito mais do que um sistema de transporte urbano e podem se tornar verdadeiras obras de arte – um exemplo de arquitetura de alta categoria. 

Por isso, a seguir, conheça 8 estações de metrô de diversas cidades do planeta que apresentam uma arquitetura fascinante.

Elizabeth Line – Londres, Inglaterra

 

Elizabeth Line- Londres, Inglaterra
Divulgação/CASACOR

A recém-inaugurada Elizabeth Line apresenta 10 novas estações centrais de metrô projetadas por diversos arquitetos: Aedas, Hawkins\Brown, WilkinsonEyre e Allies and Morrison.

Elizabeth Line- Londres, Inglaterra
Divulgação/CASACOR

Essas estações foram criadas para serem funcionais e discretas. Por exemplo, o design segue a curva suave dos túneis dos trens para reduzir o risco de colisões entre os passageiros.

Linha 9 – Chengdu, China

 

Linha 9- Chengdu, China
CHAPA/CASACOR

Os estúdios de arquitetura J&A e Sepanta Design criaram 13 estações para a Linha 9 da rede de metrô de Chengdu, na China.

Com 22 km de extensão, esta linha de metrô possui estações com uma mistura de linhas fluidas e formas inspiradas pela flora e fauna locais. Por exemplo, o design da Jincheng Avenue em tons de lilás é inspirado nas flores de lótus.

Linha 9- Chengdu, China
CHAPA/CASACOR

Aclamada como a primeira linha de metrô não tripulada no oeste da China, os trens da Linha 9 se comunicam usando a rede móvel 5G.

Orienktaj Station- Copenhague, Dinamarca

 

Orienktaj Station- Copenhague, Dinamarca
Rasmus Hjortshøj/CASACOR

O escritório de arquitetura Cobe e a empresa de engenharia Arup criaram duas estações de metrô como parte de um empreendimento portuário em Copenhague, na Dinamarca. 

Orienktaj Station- Copenhague, Dinamarca
Rasmus Hjortshøj/CASACOR

O contorno da estação é uma silhueta grande, ousada e simples, evocando os guindastes, contêineres e armazéns que você vê nas docas.

Estações de Doha, Qatar

 

Estações de Doha, Qatar
Hufton and Crow/CASACOR

O escritório de arquitetura holandês UNStudio colaborou com o Departamento de Arquitetura Ferroviária do Qatar para criar 37 estações para o sistema de metrô (conduzido sem motorista) da cidade de Doha, no Qatar.

Composto por três linhas que saem da estação Msheireb, no centro da capital, as estações são unidas por uma linguagem única de design criada especialmente para o projeto. 

Estações de Doha, Qatar
Hufton and Crow/CASACOR
Continua após a publicidade

Com o objetivo de ser moderno, mas refletir a história da cidade, as estações são todas projetadas para serem espaços abobadados.

Linha 2 – Salvador, Brasil

 

Linha 2- Salvador, Brasil ; arquitetura; estação de metrô
Nelson Kon/CASACOR

Assinado pela JBMC Arquitetura e Urbanismo, a arquitetura da linha 2 do metrô de Salvador, na Bahia, reconhece a rica condição natural e cultural da cidade. 

Linha 2- Salvador, Brasil ; arquitetura; estação de metrô
Nelson Kon/CASACOR

Os pilares pré-moldados em concreto inclinados foram concebidos para dar continuidade ao desenho da curvatura das telhas e proporcionar menor ocupação na superfície. 

Estação do Centro Metropolitano de Vaughan, Canadá

 

Estação do Centro Metropolitano de Vaughan, Canadá
Shai Gil/CASACOR

Assinada pela Grimshaw Architects, a estação Vaughan Metropolitan Centre, no Canadá, apresenta um telhado côncavo revestido com milhares de painéis espelhados em formato quadrado que redirecionam a luz natural e artificial ao redor do espaço e às plataformas abaixo. 

Estação do Centro Metropolitano de Vaughan, Canadá
Shai Gil/CASACOR

A segurança também foi uma preocupação fundamental para o projeto. A estação tem linhas de visão claras, com rotas de caminhada para escadas e portões facilmente visíveis. 

Estação Wilhelm-Leuschner-Platz S-Bahn, Alemanha

 

Estação Wilhelm-Leuschner-Platz S-Bahn, Alemanha
Stefan Müller/CASACOR

Blocos de vidro iluminados revestem o túnel de 40 metros de comprimento que compõem esta estação de metrô em Leipzig, na Alemanha, assinada pelo arquiteto suíço Max Dudler.

Estação Wilhelm-Leuschner-Platz S-Bahn, Alemanha
Stefan Müller/CASACOR

Uma paleta de materiais de concreto áspero é colocada contra esses elementos iluminados, enquanto a plataforma apresenta um acabamento de terrazzo pálido.

Linha M4- Budapeste, Hungria

 

Linha M4- Budapeste, Hungria
Tamás Bujnovszky/CASACOR

O estúdio local Spora Architects projetou um par de estações para a linha de metrô M4 em Budapeste, na Hungria, com paredes escavadas com vigas de concreto cruzadas.

Linha M4- Budapeste, Hungria
Tamás Bujnovszky/CASACOR

As estações empregaram um método de construção de “corte e cobertura“, no qual os espaços foram escavados de cima para baixo, em vez de minerados, permitindo que os arquitetos introduzissem a luz natural da superfície nos níveis mais profundos.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade