Construção subterrânea é encontrada no restauro da sede de CASA COR BO

A construção encontrada no Colégio Santa Ana é muito semelhante a de Tarija e Sucre, cidades onde existem redes de túneis

Por Alex Alcantara Atualizado em 26 jul 2018, 11h17 - Publicado em 1 mar 2016, 18h46

00-construcao-sub-casacorbo2016

A CASA COR Bolívia 2016 irá ocorrer novamente no Colégio Santa Ana mas em uma nova área: na sua parte central e na capela. Para ocupar esse local, desde o ano passado está ocorrendo o restauro do imóvel. Ocasionalmente, foi encontrada uma construção subterrânea que pode ser parte de um túnel ou um esconderijo secreto, usado por pessoas que viviam naquele prédio, em meados de 1800.

Trata-se de uma primeira hipótese do arqueólogo Danilo Drakic, coordenador do programa de Arqueologia do Governo de Santa Cruz, depois de observar o tipo de construção e alguns dos restos encontrados lá. “A técnica e forma de construção arco são muito semelhantes aos túneis que foram encontrados em Tarija e Sucre “, explicou Drakic.

A descoberta se deu por vazamentos na área de lavanderia e banheiros, com uma profundidade de pouco mais de três metros.

01-construcao-sub-casacorbo2016

O chefe do Centro Municipal e Património, Yery Dino Mendez, disse que, após a primeira inspeção, o plano agora é organizar uma agenda para começo imediato de escavações  para se obter mais detalhes da história da cidade que encontra-se nestas construções “Esses são os mistérios que se encontram abaixo da cidade. Nós não sabemos o que mais podemos encontrar” declarou Mendez. Baseado em algumas das peças encontradas, Drakic disse que alguns aspectos podem ser extraídos e apresentar a vida das pessoas que habitavam o lugar. Por exemplo, a embalagem de vidro tinteiro pressupõe que as pessoas que viviam ali tinham um alto nível de instrução.

A abertura da CASA COR Bolívia não será prejudicada, mantendo-se no dia 6 de abril, já que a construção subterrânea descoberta será interditada.

Continua após a publicidade
Publicidade