A simplicidade e elegância da Casa Módico em São Miguel do Gostoso

O projeto assinado pela Atelier Branco Arquitetura traz um arquitetura sustentável e em sintonia com as tradições construtivas locais

Por Redação 11 jan 2021, 12h15
Visão de fora da Casa Módico em São Miguel do Gostoso
Federico Cairoli/CASACOR

Entre o vento e as nuvens do município de São Miguel do Gostoso, no estado do Rio Grande do Norte, ergue-se a Casa Módico, um dos projetos recentes e característicos do Atelier Branco Arquitetura. O escritório explicou ao portal ArchDaily que a intenção foi imaginar uma resposta adequada às tradições arquitetônicas locais. O resultado foi um edifício respeitoso na tecnologia de construção, ecologicamente sustentável e  um ponto de referência para a paisagem.

Visão de fora da Casa Módico em São Miguel do Gostoso
Federico Cairoli/CASACOR

Observando a secção longitudinal surge a intenção de criar ventilação natural percorrendo todos os espaços da casa. Com efeito, as separações entre os espaços comuns e os privados são definidas por uma composição de tijolos que cria um filtro que facilita a ventilação.

Varanda/ parte externa da Casa Módico em São Miguel do Gostoso.
Federico Cairoli/CASACOR

No projeto são definidos dois eixos principais: o primeiro corta perpendicularmente o oceano e conecta todas as áreas comuns definindo a sequência da simetria da casa, e o segundo, paralelo às águas do oceano beneficia os recursos naturais para a ventilação, seja como vazio ou como filtro.

Sala da Casa Módico em São Miguel do Gostoso.
Federico Cairoli/CASACOR

Quatro portas de tamanhos diferentes são introduzidas em cada área comum. Na chegada encontramos o menor como na entrada da casa. Duas portas idênticas abrem-se para o pátio interior, onde encontramos uma longa mesa de madeira de 7 m. A segunda porta idêntica dá as boas-vindas na sala com apenas um móvel: um sofá em frente ao mar. Uma porta de 3x3m abre caminho para o deck de madeira, 80m2 de palco na praia.

Cozinha da Casa Módico em São Miguel do Gostoso.
Federico Cairoli/CASACOR

Quatro salas idênticas se desenvolvem junto com este sistema, nessas salas a visão de dentro para fora é filtrada por uma parede de ripas de madeira horizontais que produz uma espécie de esmaecimento na vibração da luz.

Sala da Casa Módico em São Miguel do Gostoso.
Federico Cairoli/CASACOR

Aqui também a simplicidade da forma e das cores: o equilíbrio das paredes, a madeira natural das persianas e o cinzento do pavimento em betão são uma qualidade que vem através de um caminho e de um projeto que não é simples, mas que exige mesmo maturidade, sabedoria e coragem.

Visão de fora da Casa Módico em São Miguel do Gostoso
Federico Cairoli/CASACOR

A capacidade de remover, de limpar para chegar à essencialidade. Simplicidade é clareza. Clareza é elegância, substância, honestidade e, portanto, beleza moral.

Continua após a publicidade
Publicidade