5 lugares para apreciar a boa arquitetura de São Paulo

Em comemoração ao 463º aniversário de SP, profissionais da CASACOR apontaram marcos arquitetônicos importantes da cidade. Confira quais foram escolhidos!

Por Alex Alcantara Atualizado em 3 mar 2017, 15h59 - Publicado em 25 jan 2017, 10h00

São Paulo é conhecida como a cidade que abriga a todos. Vemos, diariamente, pessoas indo e vindo, de diferentes etnias, gêneros, cores e estilos. Um show aos olhos de quem mora e de quem visita. Talvez seja a magia das metrópoles ou uma característica única da cidade, que faz São Paulo ser tão especial.

E graças a esse mix e miscigenação cultural que a capital também é um grande roteiro arquitetônico, pois marcantes estilos permeiam os bairros e ruas, fundem-se em um belo mosaico de estruturas, arabescos, linhas, curvas e materiais.

Conjunto arquitetônico do Pátio do Colégio, centro histórico da cidade.
Conjunto arquitetônico do Pátio do Colégio, centro histórico da cidade. Luiz Aymar

“O primeiro ‘arquiteto’ paulista foi o padre Afonso Brás, que, em meados do século 16, ampliou o Colégio Jesuíta e ergueu habitações na vila”, lembra o arquiteto Benedito Lima de Toledo, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). A cidade, no começo de sua história, foi povoada de casas e ruas de barro que serviam de pouso aos tropeiros. Com o tempo, as construções foram ganhando requinte e estilos, que podemos encontrar por todas as regiões da metrópole.

Prédios com ginásios de esportes do Sesc Pompeia interligados por passarelas.
Prédios com ginásios de esportes do Sesc Pompeia interligados por passarelas. FERNANDA CURY

Dentre os mais comuns, encontramos o neocolonial, como na Faculdade de Direito da USP, o modernista com linhas curvas como no edifício Copan e o contemporâneo, com muitas formas geométricas de maneira completamente assimétrica e não-linear como vemos no prédio do SESC Pompeia.

1335365440_1280px_edificio_copan_rhcastilhos
RH Castilhos | Reprodução

Para comemorar o aniversário de 463 anos da cidade e resgatar um pouco dos seus locais arquitetônicos mais fortes e marcantes, convidamos alguns profissionais da CASACOR para apontarem quais construções eles consideram ricas e impotentes do ponto de vista arquitetônico. Confira na galeria abaixo.

Continua após a publicidade
Publicidade