Um estúdio de 32 m² que é casa e escritório ao mesmo tempo

A ideia era criar lugar que abrigasse as funções básicas de moradia e também contasse com um espaço para receber pessoas e fazer reuniões de trabalho

Por Giovanna Jarandilha 7 ago 2020, 15h02

Diante da tendência do home office se estabelecer como uma forma de trabalho frequente, já não basta mais um apartamento ser apenas casa, agora ele também precisa acumular a função de escritório. Para isso, o mobiliário precisa ser versátil e se adaptar às diferentes situações com facilidade. Essa é a proposta do Studio Mescla, um projeto assinado pela Cité Arquitetura no Rio de Janeiro.

A ideia era criar, ao longo dos 32 m² do estúdio, um lugar que abrigasse as funções básicas de moradia e, ao mesmo tempo, contasse com um espaço para receber pessoas e fazer reuniões de trabalho. Assim, foram escolhidas três peças principais para ditar a atmosfera do ambiente: a cama, que também serve como sofá, a mesa e a poltrona. Multifuncionais, as três não se adequam à sua função tradicional e se modificam de acordo com as necessidades do morador.

Ponto central do projeto, a cama é um desenho da Cité em parceria com a LZ Studio. Os encostos foram deixados soltos, para permitir que fossem rearranjados conforme a ocasião. Alguns itens foram colocados em locais estratégicos, com a TV, que pode ser usada também como espelhamento do computador para apresentações. Já a mesa de jantar serve tanto como mesa trabalho ou como bancada auxiliar da cozinha — para isso, foi feita em pedra quartzito para ser resistente às suas múltiplas utilidades.

Publicidade