Discretas e bem projetadas, conheça as cozinhas escondidas da CASACOR 2021

O conceito de cozinhas escondidas nada mais é do que projetos que utilizam a marcenaria para criar um visual mais minimalista e elegante, confira!

Por Yeska Coelho Atualizado em 12 nov 2021, 10h28 - Publicado em 16 nov 2021, 11h00

Uma tendência que marcou as mostras da CASACOR neste ano foi um novo jeito de habitar as cozinhas, muito mais simples, prático e elegante. As chamadas “cozinhas escondidas” são nada mais do que um conceito novo de espaço integrado com a área social, apostando em marcenaria para criar um cantinho que, apesar de discreto, também é muito bonito.

Casa Å LEVE por Gustavo Martins
Casa Å LEVE por Gustavo Martins Gruta Fotografia - Alessandro Gruetzmacher/CASACOR

Pensar a decoração da cozinha se mostrou fundamental (e desafiador) nos últimos anos. Isso porque estilos mais minimalistas, que pregam o “menos é mais”, começaram a se destacar nas decorações para criar uma atmosfera de calmaria e elegância. Ao mesmo tempo, a cozinha, que sempre foi um espaço que precisava dispor de muitos itens, foi integrada às áreas sociais, e com isso, o medo de “pesar a mão” no décor do ambiente foi maior, pois se refletiria em todo o espaço.

As cozinhas escondidas entram em cena nesse contexto e mostram que um bom projeto de marcenaria é capaz de criar um ambiente que atenda a todos esses requisitos. A ideia não é de, literalmente, esconder a cozinha e separá-la em outro cômodo ou setorizar com paredes, mas sim trabalhar um projeto que a deixe mais discreta, apostando na simplicidade.

Cozinhas escondidas na CASACOR 2021

 

Casa Å LEVE por Gustavo Martins
Casa Å LEVE por Gustavo Martins Gruta Fotografia - Alessandro Gruetzmacher/CASACOR

O projeto da Casa Å LEVE traduziu o conceito de “cozinhas escondidas” na CASACOR São Paulo 2021. Assinado pelo arquiteto Gustavo Martins, o ambiente segue uma linha minimalista de arquitetura escandinava que percorre todo o espaço, inclusive a sala de estar integrada.

A harmonia prevalece. O arquiteto trabalhou muito bem a marcenaria e apostou em armários superiores e inferiores para incorporar os eletrodomésticos. Uma ilha mestre ainda ajuda a comportar o cooktop de maneira discreta e quase imperceptível. “Tudo foi pensado para termos uma cozinha relativamente compacta, mas que dispõe de conforto para as atividades do morador. O resultado ficou de acordo com o que tínhamos imaginado”, conta Gustavo.

Leo Shehtman - Social House, projeto para a CASACOR São Paulo 2021.
Leo Shehtman – Social House. Salvador Cordaro/CASACOR

O veterano da CASACOR, Leo Shehtman também apostou no visual de uma cozinha escondida para dar ainda mais vislumbre à sala de estar. Especialmente em lofts, como é o caso do projeto Social House, utilizar essa técnica ajudou a trazer harmonia para os ambientes. O uso de cores sóbrias deixou a cozinha ainda mais discreta e elegante.

Continua após a publicidade

Roberta Alonso e Mariana Oliveira - Espaço Viver Bem Perplan, espaço da CASACOR Ribeirão Preto 2021.
Roberta Alonso e Mariana Oliveira – Espaço Viver Bem Perplan. Felipe Araújo/CASACOR

Apesar de discreta, a cozinha não precisa necessariamente ser pequena. O Espaço Viver Bem Perplan, assinado pela dupla Roberta Alonso e Mariana Oliveira, contou com uma “cozinha mestra” que ocupa toda uma parede. O uso de cores mais neutras chama a atenção para o natural e deixa o ambiente simples – sem roubar a cena da sala de estar.

Alexandre Gedeon e Hugo Schwartz - Loft do Colecionador, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Alexandre Gedeon e Hugo Schwartz – Loft do Colecionador. MCA Estudio/CASACOR

O Loft do Colecionador, assinado por Alexandre Gedeon e Hugo Schwartz, merece destaque por criar uma cozinha simples, mas estratégica. A estrutura dos armários verdes cria uma harmonia impecável aliada aos elementos e cores quentes que compõem o ambiente, enquanto a disposição fica bem distribuída e permite máximo aproveitamento.

Brunete Fraccaroli - Simplesmente Dourado, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Brunete Fraccaroli – Simplesmente Dourado. Renato Navarro/CASACOR

Simplesmente Dourado é um símbolo de requinte e aconchego. Brunete Fraccaroli apostou nos tons de branco e dourado que representam o recomeço que estamos vivenciando pós-pandemia. A cozinha escondida é mais um reflexo da atualidade que traz sutileza e estilo, sem ofuscar nem a sala e nem o quarto do loft.

Respiro. Mariana Maisonnave - CASACOR SC 2021
Respiro. Mariana Maisonnave – CASACOR SC 2021 Lio Simas/CASACOR

Outro projeto que marcou a CASACOR em 2021 foi “Respiro“, assinado por Mariana Maisonnave. O loft contou com uma cozinha neutra cheia de sutileza integrada à sala de estar e de jantar. Os tons de terra quase se camuflam à madeira, que reina no espaço, e trazem um aspecto mais delicado e discreto para a cozinha.

Continua após a publicidade

Publicidade