CASACOR SP: Fernanda Moreira Lima estreia com gosto por design brasileiro

O home office valoriza peças de própria autoria e de grandes nomes da arte brasileira

Por Giovanna Jarandilha Atualizado em 17 fev 2020, 16h35 - Publicado em 19 jun 2019, 11h46

A primeira participação de Fernanda Moreira Lima na CASACOR São Paulo reúne uma série de inspirações em grandes nomes da história do design, como Lina Bo Bardi. Formada inicialmente em artes plásticas, a paixão de Fernanda por artes transbordou neste espaço, idealizado para acomodar todos os membros de uma família.

Marquinhos/CASACOR

Concebido como um abrigo de tranquilidade, o Home Office da Família aproveitou o teto curvo do próprio Jockey Club para inserir referências à Oscar Niemeyer, recebendo uma textura de cimento queimado que se assemelha às cascas de concreto utilizadas pelo arquiteto.

A mesa principal foi projetada pela arquiteta especialmente para o espaço, em formato indefinido e todas as bordas curvas.

Felipe Araújo/CASACOR

O décor reúne grandes mestres do design nacional: cadeiras Geraldo de Barros e Sérgio Rodrigues, poltrona Zanini, mesas de apoio Jader Almeida e sofá de Marcus Ferreira. As luminárias também são provenientes de estúdios nacionais, dando valorização necessária ao design brasileiro.

Felipe Araújo/CASACOR

O aparador é um dos grandes destaques do espaço, servindo a dupla função de apoio para o sofá e de abrigo de tela tensionada, criando a ilusão de janela com luz natural. As mesas laterais, semi-encaixadas em sua estrutura são leves e podem ser facilmente deslocadas.

Fernanda decidiu não ter um único ponto de luz no teto, inspirada por Lina Bo Bardi e sua famosa Casa de Vidro, em que o único ponto de luz é o pendente da cozinha. Assim, concebeu a iluminação de forma totalmente indireta.

Felipe Araújo/CASACOR

A escultura suspensa no vão da escada é assinada pelo artista cinético alemão Knopp Ferro, que propaga uma onda em uma haste de metal vibrante, através da qual a força cinética é transmitida de um elemento suspenso para o outro.

O espaço ainda conta com o croqui com as primeiras ideias de Niemeyer para o Museu de Arte de Curitiba, e com a obra de Cristiane Mohallem, uma grande árvore feita em linha sobre linho.

Felipe Araújo/CASACOR

A arquiteta estudou para equilibrar tons quentes e frios para que criassem uma sensação de acolhimento e tranquilidade, dando assim uma percepção lúdica ao espaço de trabalho, também fugindo do excesso de cores que poderia ser uma distração.

Preocupada com as medidas sustentáveis, a profissional escolheu aproveitar a estrutura prévia, fazendo o piso em assoalho de madeira, montado sobre barrotes que podem ser reaproveitados.

CASACOR SÃO PAULO 2019:

QUANDO?

De 28 de maio a 04 de agosto

Continua após a publicidade

Terça a sábado: das 12h às 21h

Domingos e feriados: das 12h às 20h

ONDE?

Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, nº 1075 – Cidade Jardim

INGRESSOS:

De terça a quinta-feira:

Ingresso inteiro: R$ 64,00/ Meia entrada: R$32,00

De sexta a domingo e feriados:

Ingresso inteiro: R$ 80,00/ Meia entrada: R$40,00

Valet: R$ 40,00

Classificação: Livre

As vendas dos ingressos para São Paulo estão disponíveis no site: casacor.byinti.com

Continua após a publicidade
Publicidade