CASACOR SP: cozinha é feita a partir da estrutura original do Jockey Club

O trio de arquitetos do escritório Triart Arquitetura aproveita a própria estrutura do Jockey Club para ambientar uma cozinha rústica e muito convidativa

Por Fernanda Drumond Atualizado em 18 fev 2020, 07h45 - Publicado em 23 jul 2018, 16h56
Divulgação/CASACOR

Participando pela terceira vez da CASACOR São Paulo, André Bacolov, Kika Mattos e Marcela Penteado arquitetaram uma cozinha de 40 m², com uma estrutura toda marcada pelas ações do tempo. Pertencentes ao escritório Triart Arquitetura, o trio pensou, principalmente, na funcionalidade do ambiente: um amplo espaço com móveis, plantas e temperos.

Divulgação/CASACOR

Os estilos ainda se misturam: entre o rústico da estrutura e dos móveis, os pendentes foram escolhidos para dar um toque de modernidade. “Nossa intenção foi apresentar o espaço como ele realmente é, foi por isso também escolhemos o nome Cozinha Matriz, que remete ao local onde algo se gera”, destacam os arquitetos.

Divulgação/CASACOR

Os arquitetos se inspiraram em um conceito muito presente na Europa, em que antigos casarões e galpões são transformados em outros ambientes. A ideia foi transformar o Jockey em uma cozinha marcada pela história do edifício. As partes que já estavam desgastadas pelo tempo, foram propositalmente deixadas em evidência e algumas camadas de pinturas antigas foram retiradas até chegar à estrutura original.

Divulgação/CASACOR

Com o conceito de ter tudo na cozinha ao alcance das mãos, os módulos abertos variam entre as cores cinza chumbo e preto. A ilha de três módulos traz gavetas com acessórios para talheres, além de porta pratos e kit de despensa, com divisores para panelas, inseridos para proporcionar economia de espaço.

Divulgação

O trio traz obras de arte que traduzem o conceito do espaço, como as esculturas Trapézio, de Luiz Hermanona, Vulcão Arenal, de Luiz Hermano, do grafite em papel do artista Gal Oppido, intitulado como Desenho Vidro e na obra A cor ao cubo, de Claudio Alvarez, o projeto contou também imagem assinada pelo fotógrafo baiano Kiolo.

Destaque ainda para a escultura do artista plástico cubano Jorge Mayet: uma árvore construída com fios de cobre, papel mache, tinta acrílica, poliuretano e fibra sintética. A peça de 75 x 60 cm, que fica em destaque suspensa no centro da escada, foi escolhida propositalmente pela importância que o artista plástico dá aos elementos da natureza.

Divulgação/CASACOR

A Cozinha Matriz conta ainda com área externa, um corredor em pórtico de metal com aspecto enferrujado, usado para criar formas, volume e reforçar o conceito destroyed. Esse “cantinho extra” convida os visitantes a irem do espaço interno ao externo, passando por uma área verde cuidadosamente construída, pensando na necessidade da proximidade com a natureza. Com composições de vasos e plantas, o paisagismo possui espécies longilíneas, como o bambu negro, que harmoniza com o pé direito do Jockey Club.

SERVIÇO CASACOR SÃO PAULO 2018

QUANDO?

De 22 de maio e 29 de julho

Terça a sábado, das 12h às 21h

Continua após a publicidade

Domingo, das 12h às 20h

ONDE?

Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, 875

QUANTO?

De terça a quinta-feira:

Ingresso inteiro: R$ 60

Meia entrada: R$ 30

De sexta a domingo e feriados: 

Ingresso inteiro: R$ 76

Meia entrada: R$ 38

Passaporte Único: R$ 180

Valet: R$ 35

Continua após a publicidade
Publicidade