CASACOR SP 2016: Espaço com referências históricas no Bauhaus

O Espaço Deca foi assinado por Marina Linhares e dividido em sete ambientes

Por Alex Alcantara Atualizado em 1 fev 2019, 15h54 - Publicado em 19 Maio 2016, 19h09

Os profissionais da CASA COR São Paulo 2016 se inspiraram em todo contexto histórico e arquitetônico do Prédio do Ambulatório do Jockey, para criarem conceitos de seus ambientes pautados em momentos da história da arte e arquitetura.

Marina Linhares, que assina o Espaço Deca, não fez diferente e ao projetar o ambiente de 200 m², ela se baseou em referências do Bauhaus em relação íntima com a arquitetura.

Marina Linhares- Deca - Casa Cor 2016 - foto Romulo Fialdini (6)

O Espaço Deca foi divididos em sete ambientes: suíte máster, banho, área de exposição, living, sala de jantar, gourmet e deck e apresenta lançamentos e itens já comercializados pela Deca. Mas o local não é uma simples vitrine. Ele tira o fôlego dos visitantes que se deslumbram com o capricho no projeto da profissional.

Marina Linhares- Deca - Casa Cor 2016 - foto Romulo Fialdini (3)

Continua após a publicidade

No local, Marina emprega mobiliário contemporâneo como a mesa de centro Deslize da designer Claudia Moreira Salles, da ETEL, em contraposição de peças mais modernistas, entre as quais a poltrona FDC de Flávio de Carvalho com design de 1939, além de outros clássicos como a poltrona Anel de Ricardo Fasanello e a poltrona Geraldo de Barros.

Para a profissional “é de extrema importância valorizar espaços onde a convivência e a intimidade acontecem”.

Marina Linhares- Deca - Casa Cor 2016 - foto Romulo Fialdini (12)

A Deca e a CASA COR têm uma responsabilidade sustentável com seus produtos. Por isso, Marina utiliza em seu projeto telhas e paredes com isolantes térmico e acústico, iluminação LED, sistema de reuso de água no gourmet e nos chuveiros, madeira de reflorestamento, marcenaria e piso externo em Pinus, lareira ecológica, tintas a base de água e, além disso, todos os itens Deca possuem tecnologia de economia de água.

“O alinhamento de ideias deu-se de  forma muito natural, uma vez que os requisitos vão ao encontro do que penso e aplico em meus projetos. Sempre que criamos um projeto, damos onosso melhor e queremos mostrar o que temos de tendência, sem perder as características predominantes do nosso trabalho que é trazer conforto ao morar”, declara Marina.

Continua após a publicidade
Publicidade