Casa Cor Rio Grande do Norte: babilônia de estilos

A 2ª edição da mostra segue até 30 de novembro é ocupa a sede do América Futebol Clube, conhecido como Babilônia.

Por Da redação Atualizado em 3 mar 2017, 16h01 - Publicado em 11 Maio 2015, 17h43

Coincidência ou não, a “Babilônia” é a sede de uma Casa Cor Rio Grande do Norte marcada pela variedade de estilos. É dessa forma carinhosa que a sede social do América Futebol Clube ficou conhecida entre os potiguares. Inaugurada em 1966, a edificação tem assinatura do arquiteto Delfim Amorim, português radicado em Recife, que adapta o modernismo ao clima e às especificidades locais.

Um ecletismo que atravessou décadas e inspira hoje os 56 profissionais envolvidos na criação de 40 ambientes, que ocupam aproximadamente 3.000 m². Há referências ao clássico, elementos industriais, traços contemporâneos e citações ao rústico, combinados em projetos que não temem o contraste. Mais que tendências, os autores seguem a intuição e suas inspirações. Mas há alguns elementos em comum que caracterizam vários trabalhos, como o uso de paletas de cores mais austeras, muita madeira, fitas de LED contornando móveis e paredes, entre outras sacadas. Conheça os projetos na galeria de imagens a seguir.

Publicidade