Camadas de materiais definem a arquitetura da Casa Migrante no RJ

Assinado por João Panaggio, o espaço de 100m², construído do zero para a CASACOR Rio 2022, é revestido externamente por uma estrutura metálica

Por Redação Atualizado em 24 Maio 2022, 19h51 - Publicado em 24 Maio 2022, 16h00
Casa Migrante, por João Panaggio. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
André Nazareth/CASACOR

Na praia, no campo, ou num recanto da cidade: a Casa Migrante, assinada por João Panaggio, poderia estar em qualquer lugar, mas foi num dos cantinhos mais charmosos do jardim da CASACOR Rio 2022 que ela nasceu.

Casa Migrante, por João Panaggio. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
André Nazareth/CASACOR

O espaço de 100 m2 foi construído do zero, a partir de uma estrutura metálica que poderá ser desmontada ao final do evento e reutilizada. 

Casa Migrante, por João Panaggio. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
André Nazareth/CASACOR

Sua arquitetura é marcante e um tanto modernista, com estrutura metálica revestida externamente em pedra e um amplo espaço interno quase sem divisões. 

Casa Migrante, por João Panaggio. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
André Nazareth/CASACOR

Ali, se destacam o painel em madeira trançada, que separa áreas íntima e social, e uma enorme claraboia no quarto que transforma em quadro vivo a luz do dia e da noite.

Casa Migrante, por João Panaggio. Ambiente da CASACOR Rio de Janeiro 2022.
André Nazareth/CASACOR

Serviço CASACOR Rio de Janeiro 2022

 

Data: 27 de abril a 26 de junho de 2022

Endereço: Rua Lopes Quintas, 497 – Jardim Botânico, Rio de Janeiro.

Continua após a publicidade

Horário: de terça a sexta-feira, das 12h às 21h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 21h.

Telefone: (21) 2512-2411

Ingressos e agendamento de visitas: https://casacorrj.byinti.com/

De terça a sexta-feira

Ingresso inteiro: R$ 80,00

Meia entrada: R$ 40,00

Sábados, domingos e feriados

Ingresso inteiro: R$ 90,00

Meia entrada: R$ 45,00

Crianças até 10 anos não pagam. Idosos acima de 60 anos, estudantes com carteira oficial, deficientes (e um acompanhante) e professores das redes pública e privada (desde que apresentem documento válido com foto) pagam meia entrada.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade