Ateliê de 19 m² se destaca pelas formas orgânicas e mix de texturas

Brises amadeirados no canto, pedras ao fundo e taipa são os protagonistas deste espaço assinado pela arquiteta Jéssica Martins

Por Redação Atualizado em 5 abr 2022, 19h32 - Publicado em 8 abr 2022, 11h00
Buriti Arquitetura - Ateliê de Taipa, projeto da CASACOR São Paulo 2021.
Rafael Renzo/CASACOR

Para a CASACOR São Paulo 2021, o projeto da arquiteta Jéssica Martins, do Buriti Arquitetura, foi pensado para uma italiana, chef de cozinha, cuja vida agitada e cheia de compromissos mudou com a pandemia. 

Ateliê de Taipa. Buriti Arquitetura - CASACOR SP 2021
Rafael Renzo/CASACOR

Ao voltar para si, resgatou dois hobbies que amava quando jovem: a pintura e a cerâmica

“É nesse local exclusivo que ela se encontra com sua essência, com um canto para limpar os pincéis, desenhar e pintar suas obras. Lugar para tomar um vinho, enquanto descansa da rotina que retornou ao normal”, descreve.

Ateliê de Taipa. Buriti Arquitetura - CASACOR SP 2021
Rafael Renzo/CASACOR

Brises amadeirados no canto, pedras ao fundo e taipa são os protagonistas do espaço. 

Continua após a publicidade

Ateliê de Taipa. Buriti Arquitetura - CASACOR SP 2021
Rafael Renzo/CASACOR

A combinação de texturas e pedras é intencional, segundo a arquiteta. 

“A aspereza e a crueza da pedra simbolizam o período duro da pandemia, contrapondo com a terra e sua umidade na construção”, explica.

Ateliê de Taipa. Buriti Arquitetura - CASACOR SP 2021
Rafael Renzo/CASACOR

Entre as peças selecionadas para compor o ambiente, imperam os utensílios para cozinha como saleiros e pratos, com tema de comidas e esboços com referências da Sicília. Estes representam os trabalhos artísticos da chef.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade