A mistura da França com o Brasil no Lavabo dos Encontros da CASACOR SP

No ambiente de Jean De Just, peças contemporâneas, indígenas e francesas se dialogam em perfeita harmonia

Por Alex Alcantara Atualizado em 18 fev 2020, 07h45 - Publicado em 25 jul 2018, 15h42
Renato Navarro/CASACOR

O francês Jean De Just, participa pela primeira vez da CASACOR São Paulo 2018, apresenta um espaço que enaltece a cultura indígena brasileira, com toques modernos e elementos da França. Trata-se do Lavabo dos Encontros, um ambiente vivo, colorido e aconchegante, que também é funcional.

Renato Navarro/CASACOR

O destaque do lavabo traduz bem o conceito do ambiente: uma parede de sete metros, que recebeu uma pintura originária do povo do Xingu, realizada por Anuía Amaru. Jean convidou o artista e cacique Anuiá para recriar uma obra, que é composta por quatro cores que possuem seus devidos significados: o tom branco e azul representam o céu; o vermelho, são os seres e a vida e o preto do jenipapo. Para o cacique, a pintura representa força, felicidade e vivacidade, traduzindo também o tema da mostra deste ano, A Casa Viva.

Renato Navarro/CASACOR

Na parte oposta a da pintura, está um biombo de azulejos do arquiteto Noel Marinho, que o fez especialmente para este ambiente e marcou também sua última peça produzida em vida, já que Noel faleceu um mês antes da abertura do evento. O objeto representa a cultura brasileira modernista e ainda se harmoniza com todos os outros tons dispostos no projeto.

Renato Navarro/CASACOR

Para não deixar também de homenagear seu país de origem, o profissional aposta em móveis de gesso, característicos da França, como os espelhos, a luminária de chão e o aparador. Outras peças assinadas por Zanini de Zanine e Giacomo Tomazzi, referenciam-se ao estilo contemporâneo. Há também bancos indígenas, cestarias e cocares, enaltecendo a cultura e beleza do artesanato nativo brasileiro criado pelos índios.

Renato Navarro/CASACOR

Já a escolha do tom turquesa veneziana, foi dada por promover uma sensação de bem-estar e acolhimento, já que, além de banheiro funcional, o espaço é um local de encontros e prazeres, onde as pessoas podem se sentar e descansar por alguns minutos.

Renato Navarro/CASACOR

Para finalizar, a luminária de Ingo Maurer, no centro do teto do lavabo, ganha intervenção de pinturas por Anuiá Amaru, reforçando a estética brasileira do ambiente.

SERVIÇO CASACOR SÃO PAULO 2018

QUANDO?

De 22 de maio e 29 de julho

Continua após a publicidade

Terça a sábado, das 12h às 21h

Domingo, das 12h às 20h

ONDE?

Jockey Club de São Paulo – Avenida Lineu de Paula Machado, 875

QUANTO?

De terça a quinta-feira:

Ingresso inteiro: R$ 60

Meia entrada: R$ 30

De sexta a domingo e feriados: 

Ingresso inteiro: R$ 76

Meia entrada: R$ 38

Passaporte Único: R$ 180

Valet: R$ 35

Continua após a publicidade

Publicidade